SP: Ato denuncia abusos contra a mulher no metrô

Na última terça-feira, 20, o Sindicato dos Metroviários de São Paulo realizou um ato contra os casos de abuso sexual no metrô. O protesto aconteceu no fim da tarde, na estação da Sé, a maior estação e a mais lotada. A carta aberta distribuída pelo sindicato teve aceitação quase unânime da população.

Os casos de abuso e violência machista nos transportes públicos é uma realidade em todo o país. Em São Paulo, essa situação ganhou um triste destaque quando uma vendedora foi atacada num vagão e registrou o caso como estupro numa delegacia de polícia.

O protesto também foi contra o humorístico

Para Marisa Santos, diretora do sindicato e responsável pela Secretaria de Assuntos da Mulher da entidade, o programa, junto com a impunidade, incentiva os agressores, já que a situação é banalizada. Para ela, é preciso incentivar a denúncia que as mulheres denunciem. Marisa disse que o sindicato está aberto às mulheres para que denunciem e que novos canais serão estudados e abertos.

LEIA TAMBÉM: