São Luís tem Hip Hop em ato em apoio ao povo palestino

Ato também denunciou massacre nas periferiasNesta sexta-feira, dia 16, foi a vez de São Luís (MA) manifestar solidariedade a luta do povo palestino. “Eu tô com o povo palestino e não abro” diz uma das letras do grupo de Hip Hop Gíria Vermelha, que se apresentou durante ato-show contra o massacre israelense em Gaza.

O ato foi chamado pelo Quilombo Urbano também para denunciar o massacre cotidiano cometido pela polícia contra a população pobre que mora nas periferias. No final do ano passado, dois membros da organização, moradores de um bairro da periferia de São Luís foram espancados por policiais sem uniforme. Assim, já são oito os militantes do Quilombo Urbano vítimas de violência policial nos últimos dois anos.

Participaram do ato militantes da CONLUTAS, CONLUTE, Quilombo Urbano e dos partidos PSTU e PSOL. Nesta quarta feira, dia 21, ocorrerá outro ato público na Praça Deodoro, no centro da capital do Maranhão, em repúdio ao genocídio cometido por Israel em Gaza.

Informações de Eloy Natan, de São Luís (MA)