Revolução: O Grito no Egito

As massas soltam seu grito
Contra a cruel ditadura
Mubarak és amargura
Todo protesto no Egito
Expulsou já pelo apito
Dos fortes manifestantes
Que marcham bem confiantes
Lutando por liberdade
Plantando a igualdade
Com lutas que são brilhantes.

Caiu mais um ditador
Revelando para o mundo
Que a revolução no fundo
Insurge com o fervor
Detona o cruel terror
Levanta a esperança
Na luta que muito avança
Agora com o general
Mudança é só formal
Não deve ter confiança.

Reza o milico amigo
Na cartilha Mubarak
Que rasgada pelo baque
Se mantém presa ao umbigo
Desse regime inimigo
E as forças das ruas vivas
Continuem sempre ativas
Para trilhar no caminho
Trazendo o redemoinho
Das revoluções massivas.

Entre no blog Tributo ao Cordel