Repressão contra servidores de Maringá (PR) ganha horário eleitoral

O Professor Ivan Bernardo, candidato ao Senado pelo PSTU, membro da CONLUTAS e candidato da Frente de Esquerda encabeçada por Heloísa Helena, usou seu horário eleitoral no dia 16 de agosto para denunciar a repressão do prefeito Silvio Barros II contra os servidores municipais de Maringá (PR).

Segundo o candidato, “não esqueceremos a repressão do dia 29 de agosto contra os servidores municipais de Maringá”, referindo-se à brutalidade com que o prefeito Silvio Barros II, com o apoio do governo do Estado, mandou mais de 200 policiais reprimirem impunemente os servidores que ocuparam pacífica e simbolicamente o Paço Municipal como forma de pressionar o prefeito a negociar com a categoria.

A denúncia do professor Ivan, que colaborou ativamente com a luta dos servidores durante a greve, mostra como a repressão do Prefeito não passou em silêncio. Além disso, revela as arbitrariedades do Prefeito, que está tentando demitir 32 servidores por intermédio de um processo administrativo cuja sentença, antes mesmo da investigação, já foi dada: o prefeito afirmou categoricamente que irá demitir os funcionários.

A denúncia do candidato da Frente de Esquerda ainda citou a repressão praticada no governo Álvaro Dias contra os professores do Estado e também mereceram registro na imprensa local.