Olivério Medina é libertado

O padre colombiano Olivério Medina foi libertado no último sábado, dia 29, em Brasília, após passar 11 meses preso. Sob a alegação de ser um “terrorista” a serviço das Farc’s, Medina estava detido desde agosto de 2005, e corria o risco de ser extraditado para a Colômbia, onde corria sérios riscos de ser torturado e morto pelas forças repressoras do governo Álvaro Uribe. Na prisão, o padre recebeu a solidariedade de dezenas de lideranças políticas e de movimentos sociais, que fizeram diversos manifestos a favor de sua libertação. Os movimentos sociais denunciaram que pedido de extradição de Oliverio era parte das ações do “Plano Colômbia”, sob a coordenação dos EUA e que não tinha amparo legal.

Vivendo no Brasil desde 1997, ele foi detido na Rodoviária do Tietê, em São Paulo, pela Polícia Federal. Contudo, Oliverio nunca violou as leis brasileiras e tem visto de residência permanente no Brasil.

A libertação de Olivero é uma vitória da luta e da persistência dos movimentos sociais que impediram o governo de extraditá-lo.

Post author
Publication Date