Campanha nas ruas e na fábrica

No dia 27, Heloísa Helena esteve em Belo Horizonte para uma caminhada pelas ruas do centro.

Mais de 100 pessoas, entre militantes e apoiadores, foram concentrando-se na Praça Sete, ponto tradicional de manifestações.

Heloísa chegou acompanhada da candidata ao governo do estado, Vanessa Portugal, do vice, Professor Pimenta, e da candidata ao Senado, Maria da Consolação, causando grande comoção entre os manifestantes e a população.

Muitas pessoas vinham conversar e tirar fotos com Heloísa, refletindo o crescimento da candidatura nas pesquisas de opinião.

No ato de encerramento, Vanessa falou da importância da frente nestas eleições: “Nossa frente é uma alternativa realmente de esquerda, de luta e socialista, para os que se sentem traídos pelo governo, mas não querem mais quatro anos de tucanos no poder”. Heloísa chamou todos a não se intimidarem diante do poder econômico e do uso da máquina do estado para campanha por parte de Lula e Alckmin.

Porta de Fábrica
À tarde, Heloísa falou para cerca de 800 operários que faziam a troca de turno em frente à Mannesmann, uma das maiores fábricas da região.

A candidata defendeu a redução dos impostos pagos pelos trabalhadores e pela classe média e o aumento dos impostos para as grandes empresas e fortunas.

Estiveram presentes ainda os candidatos do PSTU a deputado federal, Cacau, e a deputado estadual, Giba. Dirigente da Federação Metalúrgica de Minas, Giba falou da importância da organização da classe trabalhadora para lutar contra os ataques que serão feitos, caso Lula ou Alckmin vençam as eleições: “Eles já se comprometeram em realizar a reforma sindical e trabalhista, que retira direitos históricos dos trabalhadores, como férias, 130 salário e licença maternidade. Precisamos combater este projeto nas lutas e nas eleições”. Vários trabalhadores da fábrica conversaram com Heloísa Helena.
Post author Hermano Melo e Lívia Furtado, de Belo Horizonte (MG)
Publication Date