Notas da Palestina (28/12)

  • As forças do exército sionista de Israel continuaram o bloqueio no acampamento de refugiados Balata, ao leste de Nablus. As casas estão sendo evacuadas, a procura de ativistas da Intifada.
    Foi proibida a entrada da Cruz vermelha palestina, que tenta fazer chegar alimentos e medicamentos para os civis.

  • Forças do exército sionista de israel invadiram a localidade de Khan Yuness, a procura de armamentos nas casas. Segundo informações do exército sionista, a Intifada teria conseguido armas pesadas nas últimas semanas, através da fronteira com Egito. Estas armas teriam passado por Rafah e algumas poderiam estar em Khan Yuness. Civis tentaram impedir os soldados de entrar em suas casas, e três foram presos.
  • O jornal Al-quds informou que o jovem palestino Adnan Abdul Rahman Abu Jouaida, de 27 anos, morreu neste domingo, 28. Adnan estava internado com ferimentos graves devido a disparos pelos soldados isralenses há três dias na localidade de Deir Balah.
  • Ao sul da faixa de Gaza, um grupo armado da Intifada atacou uma patrulha de soldados israelenses, que teve que fugir. A rádio do exército israelense negou vítimas.
  • Gaza assistiu outra onda de violência. Três guerrilheiros da Intifada que estavam numa operação militar contra o assentamento de Netzarim, ao norte da faixa de Gaza, foram assassinados neste domingo, 28 de dezembro, pelo exército de Israel.
    Milhares de jovens palestinos se reuniram no lugar para protestar contra os soldados israelenses e houve enfrentamentos até altas horas da noite.
    Fontes da polícia palestina não confirmaram ainda a morte dos três palestinos.

    FONTES: jornal al-quds e radio BBC árabe (28-12-2003)