Exército israelense invade Nablus

Com centenas de tanques, o exército israelense invadiu a cidade de Nablus nesta sexta-feira, 26 de Dezembro, declarando o dia da violência e abrindo novos massacres em resposta à explosão em um ponto de ônibus na quinta-feira e à morte de quatro israelenses. O exército sionista bloqueou a cidade de Nablus, invadiu as casas a procura de ativistas da Intifada.

Milhares de palestinos ficaram sem roupa nas ruas no meio do frio, enquanto militares vasculhavam as casas a procura de armamentos. Muitas casas foram destruídas, e blocos de cimento estão sendo colocados nas ruas. Mulheres, idosos e crianças desde cedo estão sendo obrigados a permanecer nas ruas, sem direito a se alimentar. Nesta vingança de Sharon, até a entrada da Cruz Vermelha palestina foi proibida. Até o momento 17 palestinos foram presos e levados para as bases militares israelenses.

O acampamento Balata está sendo invadido também, centenas de casas foram destruídas e muitos civis abandonaram as casas para procurar refúgio nas ruas.

A Autoridade Nacional Palestina condenou os ataques israelenses e da Intifada. Al Jihad Islâmica prometeu uma resposta dura, que seria feita no momento exato.

FONTE: TV al Manar [27/12/2003]