No Piauí, oposição de luta contra sindicato governista

No dia 8 de junho será realizada a eleição do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Piauí, entidade que conta com 22 mil filiados em todo o estado. Cinco chapas estão concorrendo à eleição. A chapa 1 e a chapa 4 são da Articulação, corrente que dirige o sindicato por cerca de 15 anos e, atualmente, sofre um grande desgaste na categoria por defender o governo de Wellington Dias (PT) e por boicotar as últimas greves. Dessas lutas, nasceu a Chapa 2, formada pelos militantes do grupo Dever de Classe (PSTU e independentes), Força Socialista e outros. Essa chapa reúne os ativistas que construíram as principais mobilizações contra o governo e a direção do sindicato. As outras são: A chapa 3, cuja marca é o discurso do “apartidarismo”, e a chapa 5, um plano C de Wellington Dias para continuar controlando o sindicato.
Post author
Publication Date