Estudantes vão às ruas em defesa da meia-passagem

2500 estudantes de Fortaleza protestaram contra a portaria da Prefeitura, que ataca a meia-passagem, e foram reprimidos violentamente pela Polícia Militar

No dia 27, os estudantes de Fortaleza foram às ruas para lutar contra a portaria 13-c da Prefeitura, que institui a bilhetagem eletrônica e abre a possibilidade de limitar a meia-passagem. Essa portaria institui o passcard (bilhete eletrônico) e também abre a perspectiva de demissão em massa dos cobradores de ônibus.

Cerca de 2.500 estudantes organizados pelo Fórum Estudantil de Lutas pelo Passe-Livre seguiram pelas ruas da capital até serem interceptados pela PM que atropelou, agrediu e disparou mais de cinqüenta tiros contra os estudantes. Estes se refugiaram no Campus da Universidade Federal do Ceará (UFC), mas foram caçados pelos policiais, que desrespeitaram e agrediram inclusive os professores e o próprio Reitor, que foi obrigado a intervir devido à grave repressão policial.

Apesar da repressão e da omissão do DCE-UFC – dirigido pelo PCR e PCdoB –, da UNE e UBES que se aliaram à prefeitura e afixaram um cartaz mentiroso dizendo que a portaria estaria cancelada, a luta foi vitoriosa culminando numa grande assembléia na praça da Faculdade de Direito.

Os estudantes decidiram realizar uma nova manifestação, no dia 3 de junho, contra a portaria e também contra a repressão policial.

Post author Willian Bruno, de Fortaleza (CE)
Publication Date