Na abertura, Zé Maria defende a independência política e de classe

O pré-candidato do PSTU à Presidência, Zé Maria, discursou na abertura do Congresso da Classe Trabalhadora na manhã desse dia 5 de junho. Falando em nome do partido, Zé Maria destacou a importância estratégica da nova organização que vai surgir da unificação entre Conlutas e Intersindical. Importância que supera as lutas cotidianas da classe trabalhadora. “Nosso desafio é construir uma grande organização para que a classe trabalhadora possa enfrentar a tarefa de destruir o capitalismo” , afirmou, sendo muito aplaudido. Ele citou as lutas na Europa, como exemplo de resistência aos efeitos da crise econômica.

ASSISTA O VÍDEO COM A FALA DE ZÉ MARIA

Zé falou ainda da importância do debate político e programático, para além das lutas sindicais ou imediatas. Respondendo ao debate eleitoral, ele falou da importância que originou sua pré-candidatura e sobre a não concretização da Frente de Esquerda. “Para nós é fundamental a independência política e de classe, inclusive nas eleições, e é por isso também que não chegamos a uma frente de esquerda”, afirmou, destacando ainda que o PSTU vai sim lutar pelo voto, mas não a qualquer preço.

Na noite deste sábado, o partido realiza um ato político com Zé Maria, apresentando as propostas de sua pré-candidatura.

  • Clique aqui e confira o site Zé Maria Presidente