Metalúrgicos de BH e Contagem escolhem esta semana nova direção

Campanha da Chapa 2
Larissa Morais

Trabalhadores da região querem mudança. Boa receptividade marca campanha da Chapa 2As eleições para o Sindicato dos Metalúrgicos de Belo Horizonte, Contagem e Região chegam à reta final esta semana. A partir desta terça, 26 de abril, começa a votação, que se estenderá até a sexta-feira, 29.

A campanha da Chapa 2 – Oposição Metalúrgica tem mobilizado a categoria, propondo mudanças no Sindicato, há muito atrelado ao governo e aos patrões. Frente à paralisia em que se encontra uma das mais importantes entidades da luta dos trabalhadores no país, a Chapa 2 luta para trazer o Sindicato de volta às fábricas e a realidade dos metalúrgicos da região.

Os últimos dias de campanha têm sido marcados por grande aceitação das propostas da chapa na categoria. A agitação não parou nem neste feriado e os apoiadores e membros chapa visitaram vários sócios da ativa e aposentados, além de realizar uma atividade no Clube dos Metalúrgicos.

As panfletagens nas fábricas e as discussões com os aposentados seguem até o último dia de votação. “Quando conhecem as propostas da Chapa 2, como a retomada do Sindicato para a base e a construção da Conlutas, os metalúrgicos concordam e até mesmo se propõem a ajudar na campanha. A insatisfação com a atual diretoria, que hoje compõe a Chapa 1, é muito grande e, quando a categoria percebe que existe alternativa, afirma que vai votar na Chapa 2, a chapa da mudança”, disse Antonia de Jesus, metalúrgica há 17 anos e candidata da Chapa 2.

Para o dirigente da Conlutas e candidato da Chapa 2, Oraldo Paiva, serão quatro dias de expectativa e apreensão, um processo bastante disputado pelas duas chapas. “Nossa campanha cresceu muito nas últimas semanas. Contamos com o apoio de diversos sindicatos em todo o país. Eles têm um grande aparato, mas acreditamos na força da nossa militância. A traição da CUT e a insatisfação com o governo Lula é generalizada, os trabalhadores querem mudança e sabem que isso só é possível com a CHAPA 2”, ressaltou Oraldo.