Juízes estaduais vão parar dia 5 de agosto

A decisão foi adotada por 206 a 74 num encontro nacional dos magistrados, realizado no dia de ontem (21/7), em Brasília. A paralisação que começará dia 5 de agosto, depois do recesso do Judiciário, deve se estender até 12 de agosto, com nova reunião nacional dia 13 de agosto para avaliar o movimento. Além de combater a proposta da Reforma da Previdência como um todo, os juízes querem a elevação do sub-teto de 75% para 90,25% do salário do chefe do Judiciário local. Querem também a garantia da paridade entre servidores da ativa e aposentados e aposentadoria integral.

São 16 mil juízes estaduais, trabalhistas e militares associados a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). A adesão de juízes à greve do funcionalismo dá um caráter ainda mais expressivo à luta contra a PEC 40 e só prova a justeza de nossa luta.