Encontro Jurídico Continental discute conseqüências da Alca

De 29 a 31 de agosto, foi realizado o Encontro Jurídico Continental sobre a Alca, na Universidade Metodista de Piracicaba (SP), que reuniu advogados do movimento sindical e popular, intelectuais, especialistas nacionais e internacionais, estudantes de Direito do Equador, Colômbia e Argentina.

O encontro discutiu as conseqüências da Alca e posicionou-se por uma ampla campanha continental contra a assinatura do acordo em qualquer de suas versões e por fortalecer a luta pelo plebiscito oficial. Os filiados do PSTU presentes ao encontro defenderam o rompimento das negociações da Alca e o repúdio às reformas da Previdência e trabalhista, bem como denunciaram as prisões políticas de José Rainha e outros companheiros do MST.

A plenária final aprovou uma moção contra os ataques do governo Gutierrez ao movimento indígena do Equador; a luta pela libertação de José Rainha e um cronograma de atividades.
Post author Aderson Bussinger
Publication Date