Conlutas-RJ faz seu primeiro encontro de mulheres

‘Em defesa dos seus direitos, por mais conquistas e contra toda forma de violência à mulher´No próximo sábado, dia 15 de novembro, a Conlutas estadual do Rio de Janeiro promove o I Encontro de Mulheres do estado. O objetivo do evento é reorganizar a luta das mulheres trabalhadoras. No local, haverá creche para que todas e todos os inscritos possam participar plenamente dos debates. A utilização da creche, porém, dependerá de solicitação prévia.

Poderão participar como delegadas, com direito à fala e ao voto, mulheres de entidades, grupos, minorias, oposições que reivindicam a Conlutas. Mulheres e homens de entidades, grupos, minorias, oposições que não reivindicam a Conlutas poderão se inscrever como observadores e terão direito a falar. Serão convidados, ainda, para a abertura do encontro, partidos e organizações de esquerda.

Em debate
A crise econômica mundial não poderia estar fora da pauta do encontro. Até o momento, todos os pacotes que os governos anunciam para salvar banqueiros e empresas representam ataques aos trabalhadores. Nesta situação, as mulheres, como setor superexplorado, tendem a ser as mais atingidas.

Atualmente, as mulheres já possuem os salários mais baixos e estão nos piores postos de trabalho, precários e informais. Por isso, é fundamental que as mulheres se organizem e se unam para resistir e lutar ao lado do conjunto da classe trabalhadora.

Neste sentido, o encontro será um momento de enorme importância para a construção do Movimento Classista de Mulheres da Conlutas no estado do Rio de Janeiro. O encontro coloca como principais bandeiras de luta a redução da jornada de trabalho, a ampliação do emprego e da renda, a defesa dos direitos e a luta contra a alta dos alimentos. Ou, como diz a Conlutas-RJ em nota, é hora de “preparar a mulher trabalhadora para ir à luta contra a crise, o capitalismo e pela transformação da sociedade”.

Garantir um encontro representativo
Além das entidades que fazem parte da Conlutas e das que participarão voluntariamente, foram convidadas as mulheres da Intersindical. A Conlutas chamou as companheiras a fazerem parte da mesa Conjuntura Nacional e Movimento de Mulheres e, também, para participarem como observadoras.

No convite enviado à Intersindical, a Conlutas-RJ manifesta a vontade de que os companheiros e companheiras se unam à Conlutas “nesta luta contra o machismo e a exploração” para impor “um viés classista à luta contra a opressão”.

O encontro começa às 8h no Auditório Pedro Calmon, que fica no campus Praia Vermelha da UFRJ. Ao final, haverá uma confraternização com roda de samba. Para maiores informações, entre em contato com a Conlutas-RJ pelo telefone (21) 2509 1856.

PROGRAMAÇÃO:
8h – Credenciamento

9h – ABERTURA & VOTAÇÃO DO REGIMENTO
Painel: “Conjuntura Nacional e Movimento de mulheres”

12h – ALMOÇO

13h – APRESENTAÇÃO DE TESES

14h – GRUPOS DE TRABALHO
Concepção de Movimento de Mulheres
Direito à maternidade e legalização do aborto
Combate à violência à mulher
Mulher negra
Mulher lésbica

16h30 – PLENÁRIA FINAL

18h – CONFRATERNIZAÇÃO