Conlutas convoca ato em apoio ao povo boliviano contra a ultradireita

Na reunião da Coordenação Nacional da Conlutas, nos dias 13 e 14 no Rio de Janeiro (RJ), a crise da Bolívia foi muito debatida pelos delegados e delegadas presentes.

Os participantes aprovaram por unanimidade uma moção e a realização de uma campanha nacional urgente que denuncie a direita boliviana e apóie a luta dos trabalhadores bolivianos. “Todo apoio à COB (Central Operária Boliviana), que está à frente das lutas e convocou uma marcha para esta terça-feira, dia 16, e está exigindo do governo que apure as responsabilidades e mande prender os prefeitos da região de Meia Lua e os dirigentes dos comitês cívicos. É necessário que a COB chame a unidade imediata dos trabalhadores, dos camponeses, dos indígenas e populares para defender a soberania do povo boliviano contra os ataques da direita imperialista daquele país. A Conlutas manifesta todo o seu apoio à luta do povo boliviano. Esta luta é nossa também!”, conclui a moção.

Protestos
A Conlutas está chamando e se incorporando a uma série de ações em defesa do povo boliviano. Serão realizados vários atos pelo país, como em São Paulo, na próxima quinta-feira.

A defesa do povo boliviano e a luta contra os ataques da ultradireita também é um dos eixos principais da jornada continental de lutas de 12 a 16 de outubro, aprovada pelo Encontro Latino-Americano dos Trabalhadores (Elac). Já foram organizados atos em apoio ao povo boliviano, no último dia 15, na Argentina e no Uruguai.

SÃO PAULO:
18 de setembro (quinta-feira)
17h
Em frente ao Consulado-Geral da Bolívia em São Paulo
(Av. Paulista, 1439)

Post author
Publication Date