Ato comemora os 15 anos e a construção do PSTU em Sarandi (PR)

Partido está presente na cidade há cerca de três meses, participando ativamente das lutasNo dia 5 de setembro, cerca de 60 pessoas acompanharam na cidade de Sarandi, no Paraná, o ato político em comemoração aos 15 anos do PSTU, que aconteceu na Câmara Municipal da cidade. O hall de entrada foi decorado com fotos das lutas do partido recentes e históricas e no auditório principal da casa foi reproduzido o vídeo “Meu partido é assim” que conta a história do partido.

Pierre Fernandez, da direção estadual, e Rodrigo Dias, da direção municipal do PSTU, realizaram as falas do ato apresentando o partido e foram complementados pelas saudações de representantes das direções de Curitiba e de Maringá. A atividade foi marcada por grande emoção e pela participação ativa dos principais setores em luta da cidade.

Com os lutadores
O ato refletiu as mobilizações que a cidade tem vivido no último período, em especial a grande manifestação realizada no dia 31 de agosto, onde cerca de 800 pessoas tomaram as ruas da cidade. Estiveram presentes ativistas e militantes da juventude, da luta por moradia, funcionários públicos e operários. Enfim, a vanguarda que tem organizado as mobilizações na que ficou conhecida na cidade como “luta contra o Lixo”, a luta pela moradia popular, pelo fora Sarney, na reorganização do movimento estudantil e sindical na região.

A construção de uma alternativa
O PSTU se organiza na cidade há pouco mais de três meses, e a realização desta comemoração só foi possível porque o partido esteve ligado diretamente aos processos de mobilização recentes, onde ganhou respeito da vanguarda e simpatia da população.

O programa e a política do PSTU encontraram espaço em meio às reivindicações e a luta do povo pobre e trabalhador de Sarandi, como uma verdadeira alternativa ao PT governista de Lula, que administrou a cidade por 8 anos, privatizando e sucateando os serviços públicos, e também como oposição ao atual prefeito, do PP, que, apesar da retórica, segue com a mesma política do anterior e a aprofunda.

Um convite aos lutadores
Ao final de sua fala, Rodrigo Dias convidou todos os ativistas e simpatizantes a se somarem na construção desta alternativa. Um partido da juventude e dos trabalhadores que luta no dia a dia sem abandonar as bandeiras da revolução e da luta pelo socialismo.