Assinatura de novo acordo com o FMI repercute no Fórum

`FotoO primeiro dia do FSB foi marcado pela repercussão do anúncio do novo acordo da equipe econômica com o FMI. Palloci divulgou o acordo e provocou esquizofrênicas e impotentes reclamações de Lula, em viagem oficial na África.

Em Belo Horizonte, nenhum comentário sobre o tema por parte da maioria das entidades que compõem a coordenação do FSB, mas muitos protestos entre os ativistas. José Genoino, presidente nacional do PT, chegou a ser vaiado quando seu nome foi anunciado no ato de abertura, na Praça da Assembléia.

Na passeata de abertura, causou impacto e ganhou adesões a palavra-de-ordem “O povo tá na rua. o povo tá aqui. Lula rompa com o FMI“, cantada pelos cerca de 300 ativistas reunidos na coluna do PSTU.