A corrupção chegou ao PT

O PT não ficou imune à corrupção. Desde que começou a governar nas prefeituras, os escândalos começaram a estourar, ampliando-se no governo federal.O assassinato de Celso Daniel

O ex-prefeito de Santo André (SP), Celso Daniel (PT), foi seqüestrado e morto em janeiro de 2002. Sérgio “Sombra”, amigo de Celso, está preso e acusado de ser o mandante do assassinato, em função de desacordos na cobrança de propina de empresários de transportes de Santo André.

O lixo em São Paulo

O negócio bilionário do lixo em São Paulo sempre envolveu grossa corrupção, desde os tempos de Maluf e Pitta. O governo Marta seguiu exatamente na mesma linha. A prefeitura petista beneficiou empresas no processo de licitação (válida por 20 anos, a um custo de R$ 10 bilhões), que foi considerada uma fraude.

Operação Vampiro, PSDB e PT

Um escândalo envolveu tucanos e petistas. Tráfico de influência sobre as licitações para a compra de medicamentos, adquiridos pelo Ministério da Saúde. A “Operação Vampiro”, iniciada no governo Collor, foi comandada no governo Lula por Luiz Cláudio Gomes, amigo pessoal do ministro Humberto Costa. Ao longo dos anos, calcula-se que foram desviados mais de R$ 10 bilhões do Ministério da Saúde. Durante o governo FHC, o então ministro José Serra conviveu por quatro anos com a máfia do sangue. Nesse período, os ladrões embolsaram R$ 120 milhões por ano.

Os beneficiamentos de Zeca do PT
O terminal portuário de Porto Murtinho (próximo a Campo Grande) foi entregue à iniciativa privada em 2001. Em agosto de 2003, as empresas Riopar e Integrasul pertencentes à família do governador do PT, assumiram o terminal.

Waldomiro Diniz

Ex-subchefe e Assuntos Parlamentares da Casa Civil, um dos homens de confiança do ministro José Dirceu (Casa Civil), negociava com bicheiros o favorecimento em concorrências, em troca de propinas e contribuições para campanhas eleitorais.

Post author
Publication Date