RN: Entidades farão protesto na inauguração do Arena das Dunas

30
Cartaz de divulgação

Ato denunciará gastos na Copa e exigirá a saída da governadora Rosalba

A inauguração oficial do estádio Arena das Dunas, no próximo dia 22, às 16h, será marcada por um protesto contra os gastos dos governos com a Copa do Mundo. Com o lema “Da Copa eu abro mão, queremos mais dinheiro pra saúde, segurança e educação”, o ato terá início às 14h, no cruzamento das Avenidas Bernardo Vieira e Salgado Filho. De lá, os manifestantes sairão em passeata até o estádio.

O ato foi aprovado em reunião com sindicatos dos servidores da saúde, policiais civis, servidores estaduais, funcionários da UFRN, guardas municipais, estudantes e professores de São Gonçalo do Amarante. O Sindicato dos Bancários, as centrais CSP-Conlutas e Intersindical e a ANEL (Assembleia Nacional dos Estudantes – Livre) também convocam o protesto. Os organizadores convocam a população para participar da manifestação e criaram um evento no Facebook.

“Os governantes parecem que esqueceram o que a população exigiu nos protestos de junho. Mas estão enganados. Essa vai ser a Copa dos protestos”, afirmou Rosália Fernandes, do Sindsaúde-RN. O ato exigirá a saída da governadora Rosalba Ciarlini, cujo afastamento chegou a ser decidido pelo TRE, no final do ano. Os sindicatos denunciam o abandono dos serviços públicos e a prioridade para as obras da Copa do Mundo.  

Os gastos na construção do Arena das Dunas, nas obras do aeroporto e dos acessos e na ampliação da Av. Roberto Freire superam a cifra de R$ 1 bilhão. Para os organizadores do ato, este gasto é um absurdo diante do fechamento das pediatrias, dos pacientes nos corredores dos hospitais, da falta de gasolina para os carros da polícia, da falta de professores nas escolas e dos baixos salários dos servidores.  

Além deste ato em Natal, no dia 25 ocorrerão atos em todas as cidades-sede da Copa.