Zé Maria: “Lula será decepção”

FORTALEZA – Em entrevista, o candidato do PSTU a presidente, José Maria de Almeida, disse ontem acreditar que um eventual governo Lula vai decepcionar o povo brasileiro.

– Como será a sua campanha nesta reta final?
– Estamos intensificando a campanha dentro dos recursos que o partido tem, buscando fazer o debate sobre os temas atuais, como o acordo que foi feito com o Fundo Monetário Internacional pelo Governo e os prejuízos que este acordo tem trazido ao país. Exemplos como este têm que abrir os olhos do nosso povo porque os políticos estão prometendo na televisão o paraíso a partir de janeiro.

– Este novo socorro do FMI é uma manobra contábil?
– Sem dúvida. Esses US$ 30 bilhões na verdade salvaram meia dúzia de bancos americanos que corriam risco de quebrar devido à crise que os EUA vivem. Se eles não recebessem os recursos que têm que receber do Brasil de juros da dívida externa, quebrariam.

– Qual foi o resultado do plesbicito da Alca?
– Superou bastante o plesbicito da dívida externa do ano 2000. Acreditamos que devemos atingir 10 milhões de votos. São brasileiros que atenderam o chamado das organizações que construíram este plebiscito para dizer não à Alca. Para dizer não à entrega da base de lançamento de foguetes de Alcântara, no Maranhão, para controle militar americano.

– Qual a análise que o senhor faz dos seus concorrentes?
– De José Serra, Ciro Gomes e Garotinho nós nunca esperamos nada. Cada um tem o seu estilo. José Serra é mais bananão. Ciro Gomes, mais nervosinho. Garotinho, mais estilão santo-de-pau-oco. Mas esses candidatos são representantes dos empresários e dos banqueiros desse país, apesar dessa retórica toda de Garotinho. O que havia era uma expectativa em relação a Lula, que lamentavelmente jogou na lata do lixo o programa do partido dele para fazer alianças com grandes empresários, oligarcas do porte de Sarney e de Orestes Quércia, e está defendendo um programa que essencialmente é o mesmo de FHC. É continuar pagando a dívida e apoiar os acordos com o Fundo Monetário. Esse fato lamentavelmente vai levá-lo, em um eventual Governo Lula, a decepcionar o povo brasileiro que espera dele uma melhoria das suas condições de vida. (Agência Nordeste)

Publicado no Jornal do Brasil, em 14/09/2002