GOVERNO AMAZONINO AMEAÇA COM DEMISSÃO O CANDIDATO EUDES LOPES

Nota à imprensa

GOVERNO AMAZONINO CHANTAGEIA A CANDIDATURA DO PSTU A DEPUTADO ESTADUAL: OU O CANDIDATO EUDES LOPES (CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL) RENUNCIA OU SERÁ DEMITIDO!
O GOVERNO AMAZONINO JÁ SUSPENDEU SEUS VENCIMENTOS E ESTÁ IMPEDINDO-O DE ENTRAR NO COLÉGIO PELA DIRETORA DO COLÉGIO ESTADUAL LEONOR SANTIAGO MOURÃO

Repudiamos ao governo Amazonino Mendes pela perseguição política ao candidato ao cargo de Deputado estadual do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), o professor do Estado Eudes Lopes, através da SEDUC, em que deu o parecer do processo, cancelando o pagamento, caso não voltasse imediatamente para a sala de aula.
Após orientação verbal da Assessoria Jurídica do TRE, o candidato voltou para a sala de aula, contudo, no outro dia, a diretora do Colégio Estadual Leonor Santiago Mourão não permitiu sua entrada, pois tinha recebido orientação superior para somente admitirir seu retorno mediante a renuncia à sua candidatura nas eleição de 2002 ao cargo de Deputado Estadual.
De acordo com a LEI 009504 de 30 de setembro de 1997 – LEI COMPLEMENTAR N.º 64/90, em que rege a Desincompatibilização do trabalho, o companheiro tem o DEVER de pedir afastamento e concorrer ao pleito eleitoral, no entanto, o mesmo Estado que fez a LEI para a desincompatibilização, não a cumpre. É um tanto contraditório, pois o Estado obriga o candidato a se desincompatibilizar com o direito de continuar percebendo seus vencimentos. Entretanto, o Governador Amazonino Mendes quer demiti-lo, prova disso é a suspensão de seu salário e a chantagem exigindo sua renúncia.
Por que perseguição? Somos um Partido que denunciamos a submissão do Governo perante aos banqueiros, empresários, FMI e ALCA, e no caso do Amazonas total submissão as empreiteiras. Não é a toa que está abocanhando 30 milhões de impostos. Isto faz com que o PSTU sofra todas as represálias para impedir que suas propostas cheguem à população brasileira, seja impedido de participar dos debates nas principais redes de TVs ou se estendendo este biucote à mídia em todo o Brasil.
Chamamos todas as entidades, sindicados, Partidos de Esquerda para repudiar este ato que vem caracterizar o arbítrio contra todos os trabalhadores, marca registrada do governo Amazonino Mendes.

Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado
Herbert Amazonas
Presidente do Diretório Regional do PSTU/Am
Candidato ao Governo do Estado