Vergonha! CUT aprova proposta de reforma sindical do Fórum Nacional do Trabalho

Executiva da CUT aprova proposta do Fórum Nacional do Trabalho. É preciso construir a resistência a mais esse ataque aos direitos!

Nos dias 4 e 5 de fevereiro, aconteceu a reunião ampliada da Executiva Nacional da CUT que discutiu o posicionamento da Central Única dos Trabalhadores sobre a reforma Sindical.

Na reunião, os diretores José Maria de Almeida e Vera Guasso, do PSTU, propuseram, em conjunto com Jorge Luiz Martins, Bernadete Menezes, Agnaldo Fernandes e Francisvaldo Mendes, que a CUT não decidisse sobre o assunto, dada a gravidade do seu conteúdo e o fato de que este debate não foi feito nas entidades de base da central. Os outros 12 diretores presentes, que fazem parte da Articulação Sindical, do PCdoB e da Democracia Socialista, votaram a favor de que a CUT se posicionasse e defenderam a aprovação dos encaminhamentos acordados no Fórum Nacional do Trabalho. Com o resultado da votação, Zé Maria e os outros diretores que não fazem parte da maioria da direção da CUT apresentaram uma proposta de resolução alternativa, rejeitada também por 12 votos e que reproduzimos no site do PSTU (clique aqui para ler).

Diante da traição da maioria da direção da CUT, que atua em sintonia com o Fórum Nacional do Trabalho, o PSTU reforça a convocação para que todas as entidades, dirigentes e ativistas participem do Encontro Nacional Sindical, que acontecerá nos dias 13 e 14 de março em Brasília. Este encontro está sendo organizado por entidades sindicais do setor público e privado, e tem como objetivo organizar a luta contra mais essa reforma que ataca profundamente os interesses e direitos da classe trabalhadora brasileira. Para saber mais sobre o encontro, escreva para resistencia_sindical@hotmail.com
Post author
Publication Date