TSE tenta cassar candidato do PSTU ao governo do Maranhão

No dia 21 de setembro, o Tribunal Superior Eleitoral tomou uma decisão favorável à cassação do candidato Marcos Silva, que concorre ao cargo de governador do Maranhão pelo PSTU.

A matéria julgada era um recurso encaminhado pelo Ministério Público Eleitoral, por atraso na apresentação da prestação de contas de Marcos Silva da campanha de 2004, quando foi candidato a vereador.

Se a decisão se mantiver, o partido poderá indicar um substituto. Entretanto, o PSTU deve recorrer ao Supremo Tribunal Federal, afirmando que a decisão é inconstitucional e antidemocrática.

Caso se mantenha a decisão, tomada a uma semana do processo eleitoral, isso pode prejudicar toda uma campanha que vem sendo feita nos últimos meses. A última pesquisa do Ibope apontava cerca de 1% de intenção de votos para o candidato, percentual que ele mantém em todas as pesquisas.

O mesmo tipo de ataque está ocorrendo em Sergipe, onde o candidato do PSTU a deputado estadual, Dalton Francisco dos Santos, também vem sofrendo uma tentativa de impugnação. Da mesma forma, o partido pretende recorrer.

Ao contrário do que está divulgando a imprensa, tanto Marcos Silva no Maranhão, quanto Dalton em Sergipe, estão na disputa, aguardando os resultados dos recursos. É de grande importância garantir esta alternativa, com candidatos socialistas e revolucionários concorrendo.