Todo apoio à jornada de lutas dos sem-terra em Abril

Dando continuidade à luta pela terra, o MST está preparando uma nova jornada de lutas para o mês de abril com ocupações, formação de novos acampamentos e marchas.
As manifestações terão seu ponto alto em 17 de abril, data do massacre de Eldorado de Carajás, ocorrido em 1996, no Pará. Para João Paulo Rodrigues, dirigente do MST, é “tolerância zero com o latifúndio”.
O movimento sindical e estudantil deve cercar a Jornada de Abril de solidariedade e apoio, reforçando a aliança dos trabalhadores do campo de da cidade e a luta pela Reforma Agrária como uma luta de todos.
Post author
Publication Date