Só o povo na rua pode colocar o governo gaúcho para fora

Protestos acontecem até sob chuva
Nanda Isele

CPers-Sindicato e Fórum dos Servidores Públicos estão no caminho certoVárias entidades de servidores públicos estão fazendo campanhas esclarecendo a população sobre a verdadeira face do governo Yeda. No início do ano, servidores foram impedidos de continuar uma campanha de mídia que mostrava a cara da governadora associada ao desmonte dos serviços públicos.

Já foram realizados vários atos públicos na capital e no interior para dar sequência à campanha pelo “Fora Yeda!”. Todos os protestos tiveram forte presença da juventude e de servidores e contaram com amplo apoio da população.

Ao longo deste mês, os servidores estão promovendo um calendário de mobilização que teve seu auge num ato estadual no último dia 15. Mesmo prejudicado pela forte chuva que caiu na capital gaúcha, o protesto reuniu mais de mil pessoas e manteve forte a pressão pelo “Fora Yeda!”.

É preciso ampliar essas mobilizações para garantir o fim do governo tucano. Sem mobilização da população nas ruas, não haverá qualquer possibilidade de tirar a governadora. Já tivemos o exemplo da CPI do Detran, em que a ausência de mobilização não conseguiu provocar mais do que uma crise passageira.

Para o PSTU, o caminho é a intensificação das mobilizações dos servidores públicos, além da exigência de que as principais direções do movimento social do estado (em particular CUT e PT) entrem para valer na campanha.

Essa luta também se dirige contra o vice-governador, Paulo Feijó (DEM), parte do esquema de corrupção e defensor do projeto neoliberal. Ele já defendeu publicamente a privatização do banco estadual, o Banrisul, e de outras estatais.

As conquistas que precisamos apenas serão realizadas se ampliarmos nossa mobilização e não depositarmos nenhuma confiança em nenhum governo, mas apenas em nossa luta e organizações da classe.

Post author Julio Flores e Vera Guasso, de Porto Alegre (RS)
Publication Date