Sintusp realiza debate sobre Líbano no dia 25

Na próxima sexta-feira, dia 25 de agosto, o Sindicato dos Trabalhadores da USP, Sintusp, realiza o debate “O massacre de Israel sobre o Líbano e a Palestina”, às 13h, na sede do sindicato (Av. Professor Luciano Gualberto, travessa J, 374, Cidade Universitária – Butantã, São Paulo).

O evento contará com a contribuição de debatedores da Confederação Árabe Palestina do Brasil, da Federação Israelita de São Paulo, da União da Juventude Árabe para a América Latina, do próprio Sintusp e Waldo Mermelstein, militante do PSTU. Waldo, de origem judaica, é um dos quatro fundadores da corrente Liga Operária, que deu origem à Convergência Socialista, principal grupo que deu origem ao PSTU.

O Sintusp resolveu marcar esse debate depois que a divulgação do posicionamento da direção do sindicato pelo fim do estado de Israel causou polêmica. O sindicato recebeu tanto mensagens de apoio, como de ataque. O principal deles foi o pedido do procurador geral da Justiça do estado de São Paulo de abertura de inquérito policial contra o sindicato.

O debate será aberto não só à participação de funcionários, professores e estudantes da universidade, mas também ao público externo.

LEIA TAMBÉM

  • Comitê de Solidariedade aos Povos Árabes reúne-se hoje com Celso Amorim