São Paulo terá protesto nos 60 anos de Israel

Manifestantes deverão ir vestidos de preto, para lembrar as vítimas da ocupaçãoUm grande ato-vigília será realizado em São Paulo, no dia 16 de maio, para marcar os 60 anos da Nakba (catástrofe) palestina, iniciada em 15 de maio de 1948, quando o povo palestino foi expulso de suas terras para a criação do Estado de Israel.

O ato em São Paulo terá início às 17h, no vão do MASP, na Avenida Paulista. Além das falas de protestos contra a mais longa ocupação da história recente, o ato terá leituras de poesias palestinas, músicas e um vídeo feito em um campo de refugiados. Ao final, haverá uma vigília para lembrar as vítimas da ocupação, mortas pelas tropas israelenses.

O protesto é parte de um chamado global, com atos em centenas de cidades. Em São Paulo, está sendo organizado pelo movimento Palestina Para Todos, e conta com o apoio de dezenas de entidades e partidos, como Conlutas, MST, CUT, CTB, a Associação Islâmica de São Paulo, o Instituto de Cultura Árabe e o Comitê Democrático Palestino. Entre os partidos e organizações, estão o PSTU, o PSOL, Revolutas e o PCdoB-SP.

Leia no especial Intifada Palestina

  • ‘A história oculta do sionismo’: Um livro confirmado pela história