Sábado, 9 de agosto: Organizações palestinas convocam Dia Global de Fúria contra os crimes de Israel


Leia o chamado de entidades palestinas de Gaza a manifestações de solidariedade e contra o genocídio perpetrado pelo Estado de Israel

Vamos tomar as ruas e fazer ações nesse dia com uma exigência unificada em todas as vozes do mundo: sanções contra os crimes de Israel.

Junte-se à campanha por Boicote, Desinvestimento e Sanções contra Israel já. Enquanto enfrentamos todo o poderio do arsenal militar de Israel, financiado e fornecido pelos Estados Unidos e União Europeia, chamamos a sociedade civil e as pessoas de consciência em todo o mundo para pressionar os governos para que sancionem Israel e implementem um imediato e abrangente embargo de armas.

Às ruas, sábado 9 de agosto, com uma voz unificada por sanções contra Israel

De Gaza sob invasão, bombardeio e cerco continuado, o horror está além das palavras. Suprimentos médicos estão esgotados. O número de mortos chegou a 1.813 mortos (398 crianças, 207 mulheres, 74 idosos) e 9370 feridos (2.744 crianças, 1.750 mulheres, 343 idosos). Nossos hospitais, ambulâncias e equipes médicas estão todos sob ataque quando em serviço. Médicos e paramédicos estão sendo mortos durante a retirada dos mortos. Nossos mortos não são números e estatísticas a serem contadas; eles são pessoas amadas, parentes e amigos.

Enquanto nós temos que sobreviver a este ataque, vocês certamente têm o poder de ajudar a acabar com ele da mesma forma com que ajudou a superar o Apartheid e outros crimes contra a humanidade. Israel só é capaz de realizar este ataque com o apoio incondicional dos governos – este apoio deve acabar.

Este é o terceiro massacre que sofremos em seis anos. Quando não estamos sendo abatidos, permanecemos sob cerco, sob uma punição coletiva ilegal de toda a população. Pescadores são baleados e mortos se desviam para além de um limite de 3 km impostos unilateralmente por Israel. Os agricultores são baleados quando fazem suas colheitas dentro de uma área de fronteira imposta unilateralmente por Israel. Gaza tornou-se a maior prisão a céu aberto, um campo de concentração, desde 2006. Desta vez, queremos um fim a este crime sem precedentes contra a humanidade, cometidos com a cumplicidade e o apoio de seus próprios governos!

Nós não estamos pedindo caridade. Estamos exigindo solidariedade, pois sabemos que, até que Israel seja isolado e sancionado, esses horrores se repetirão. Tome uma atitude neste sábado.

Boicotes, desinvestimentos e sanções são a principal mensagem a todos os protestos em todo o mundo. Leve faixas e cartazes pedindo punição a Israel em cada protesto. Twitte usando a hashtag #GazaDayofRage. Envie-nos as fotos e os detalhes da ação para GazaDayofRage@gmail.com.

Enquanto notícias de todos os protestos em frente às embaixadas de Israel em todo o mundo nos deram esperança, depois de semanas de protestos, nós clamamos a que as ações sejam intensificadas. Ocupem embaixadas israelenses, contestem as autoridades israelenses (e outras) que apoiam a agressão contra Gaza sempre que aparecerem em público, organizem manifestações pacíficas em prédios do governo.

Boicotem todos os produtos israelenses e façam ações contra as corporações que lucram com o sistema de colonialismo, ocupação e apartheid de Israel. Façam marchas de boicote a símbolos de Israel em sua cidade e eduquem o público sobre as empresas cúmplices do assalto militar e cerco ilegal de Gaza em curso por Israel.

Sindicatos palestinos estão pedindo a nossos irmãos e irmãs no movimento sindical internacional para interromper o processamento de produtos importados ou exportados para Israel. O movimento sindical tem uma história orgulhosa de ação direta contra o Apartheid na África do Sul. O Congresso Sindical Sul-Africano juntou-se a nós na chamada para a ação direta para acabar com a impunidade de Israel.

Da ocupada e sitiada Gaza. Assinamos

Palestinian General Federation of Trade Unions

General Union of Palestinian Women

University Teachers’ Association in Palestine

Palestinian Non-Governmental Organizations Network (Umbrella for 133 orgs)

Medical Democratic Assembly

General Union of Palestine Workers

General Union for Health Services Workers

LEIA MAIS
Os sinais da terceira Intifada

VÍDEO: Ato unificado contra o genocídio de Israel em SP