Rio: expectativa na reta final da campanha

Foto publicada pelo jornal O Dia: Cyro, Chico e Vera fazem campanha em Copacabana
Reprodução

No Rio de Janeiro (RJ), o clima é de disputa nestes últimos dias de campanha eleitoral. Nesta reta final, o esforço e a disposição dos militantes só crescem, apesar do cansaço e das inúmeras atividades. A tarefa é eleger Cyro Garcia (PSTU), um vereador trabalhador, socialista e de luta. Ele concorre pela Frente Rio Socialista (PSTU-PSOL), encabeçada por Chico Alencar (PSOL). Vera Nepomuceno, professora e militante do PSTU, concorre a vice de Chico. Porém, mais do que isso, Cyro coloca-se ao lado dos trabalhadores em defesa de seus direitos e de suas necessidades.

A campanha é forte. Além de fazer propaganda eleitoral, Cyro Garcia tem participado ativamente das atividades de sua categoria, a de bancários. Na segunda-feira, 29, esteve presente na assembléia que definiu pela greve. Mais de 300 pessoas saíram da atividade levando material de campanha do candidato para distribuir.

Ao longo da campanha, todas as agências do Banco do Brasil, onde Cyro trabalha, e da Caixa Econômica Federal da cidade foram visitadas. Cyro e os militantes do PSTU levaram o programa socialista defendido pelo candidato a mais de 400 escolas, às empresas estatais, aos estudantes e funcionários da UFRJ e da UERJ, aos operários nas fábricas, aos pontos de rua, como praças e sambas.

Aos domingos, a campanha geralmente era na praia. Isso deu visibilidade à Frente e à candidatura de Cyro, tendo repercussão na grande imprensa carioca. “Consiga mais 5 votos e ajude a eleger um vereador de luta e socialista”, diz Cyro. A campanha conta, ainda, com anúncios nos principais jornais da cidade.