Retratos do contraste

  • Dentre os 10,4 milhões de habitantes, 4,4 milhões de pessoas vivem em favelas ou loteamentos ocupados.

  • Dos 5,4 milhões que compõem a mão de obra ativa, 1,1 milhão estão desempregados e somente 21% dos assalariados têm registro em carteira.

  • 47% dos habitantes nasceram na cidade. 53% vieram do interior do estado ou de outras partes do país

  • Nos bairros mais nobres, como os Jardins, 41% possuem nível superior e 43% têm renda familiar acima de 10 salários mínimos. Na periferia, como Campo Limpo e Capão Redondo, os índices são de 4% e 5%, respectivamente.

    FONTE: Dieese-Seade

    Post author
    Publication Date