Recife lembra um ano da rebelião contra o aumento das passagens

Nesta semana, diversas atividades no Recife lembram o aniversário de um ano da rebelião de tomou conta da capital pernambucana, contra o aumento das passagens. Durante quase todo o mês de novembro de 2005, jovens, trabalhadores e desempregados tomaram as ruas, invadindo ônibus e parando o trânsito. Os protestos foram duramente reprimidos pela tropa de choque da Polícia Militar, em operações de guerra, com prisões arbitrárias, agressões e tiros contra os manifestantes e populares. Foi a maior jornada de lutas da cidade, em mais de 10 anos, com a juventude à frente, como ocorreu nos anos anteriores, em Florianópolis e Salvador.

A programação iniciou nesta quarta-feira, dia 22, com uma exposição de fotos dos protestos, no Hall do CFCH da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Nesta quinta, dia 23, às 18h, um debate com representantes dos principais setores envolvidos na rebelião será realizado no auditório do CFCH. Na mesa do debate, estarão Yuri Bruski, do Centro de Mídia Independente (CMI), Igor Correa do Movimento Passe Livre (MPL) e Marcio Souza, da Coordenação Nacional de Luta dos Estudantes (Conlute-PE). As atividades estão sendo organizadas pelo Movimento ‘A ferro e flor´ e pela Conlute-PE.

ARQUIVO