PSTU de Salvador debate os 70 anos da IV Internacional

No dia 12 de julho, aconteceu, na sede do PSTU em Salvador (BA), uma atividade sobre os 70 anos da IV Internacional. Os militantes debateram e reafirmaram a necessidade de reconstrução da IV.

A exibição do documentário “70 anos da IV Internacional – A luta pelo Partido da Revolução” abriu a atividade. Foi ressaltada a importância da construção de um partido mundial que mobilize as massas cotidianamente para a tomada do poder, uma Internacional revolucionária, não burocrática e com influência de massas.

A polarização da luta de classes. De um lado, está a ofensiva imperialista. De outro, a ação direta das massas nos processos revolucionários que se choca com o regime democrático burguês e seus governos. Isso mostra a necessidade da construção dessa organização mundial.

“As possibilidades abertas para a construção da revolução mundial hoje são maiores do que as na década de 80”, afirmou Joallan Rocha, militante do Lucha Socialista da Bolívia. “Apesar de as organizações serem menores e mais frágeis, as possibilidades da construção de processos revolucionários vitoriosos são bem maiores do que antes”. O entrave do aparato contra-revolucionário stalinista não existe mais.

Ao final da atividade, os militantes, de pé, entoaram eufóricos, numa única voz “A Internacional”.

LIT fará congresso
No final de julho, acontece o Congresso da Liga Internacional dos Trabalhadores, em meio às comemorações do aniversário da IV.

Lucas Ribeiro, militante do PSTU de Salvador, afirmou que o congresso “tem como centro levar para o conjunto do partido e para os ativistas o significado da reconstrução da IV”. E acrescentou: “nós somos uma das poucas organizações que desejam construir o partido revolucionário mundial para a tomada do poder”.