Preso suspeito de atentado contra militante do PSTU

No final de 2002 o presidente do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa), César Pureza, foi preso. Ele é suspeito de ser o mandante da tentativa de homicídio contra o militante do PSTU André Behle, baleado em dezembro de 2001, quando concorria à presidência do Simpa em uma chapa de oposição. Também é suspeito de ser o mandante da agressão contra o vereador do PT Juarez Pinheiro, que havia presidido uma CPI que apurou irregularidades no Montepio dos Funcionários do Município de Porto Alegre, no qual Pureza estava envolvido. Em maio, o vereador teve uma cobra endereçada a seu gabinete.

Pureza foi preso em flagrante, com um pequeno arsenal em seu sitio em Capivari (RS). Havia armas com numeração raspada e furtadas. Nenhuma estava registrada e junto havia munição, silenciadores, cassetetes, três processos judiciais – um estava desaparecido do Tribunal – e potes com cobras venenosas.

O processo foi enviado ao Ministério Público e campanha pela sua condenação continua. Sem ela em breve este agressor de trabalhadores vai ficar impune. Atividades serão realizadas durante o Fórum Social Mundial.
Post author
Publication Date