Plínio de Arruda Sampaio: presente!


    Depois de anos lutando contra a doença, Plínio não mais resistiu e nos deixou. Perdemos um companheiro de lutas muito importante. Em muitos momentos tivemos opiniões diferentes sobre muitos aspectos da vida política do país. Nem sempre fizemos as mesmas escolhas nas batalhas que travamos.

    Mas Plínio, com a sua coerência e generosidade política, sempre foi um ponto de apoio importante para as lutas dos trabalhadores e em defesa das liberdades democráticas em nosso país. E isso, em um país como o nosso – onde grande parte das lideranças históricas da nossa classe bandearam-se para o outro lado da trincheira com malas e bagagens – tem ainda mais importância.

    Plínio vai fazer falta a todos e a todas que, como nós, aprendemos a respeitá-lo nas lutas que travamos juntos. Vai deixar saudades. Mas a melhor homenagem que podemos prestar a ele é dar continuidade à luta contra toda forma de exploração e opressão contra a classe trabalhadora. Com esta homenagem nos comprometemos, toda a militância do PSTU.

    Deixo aqui um abraço fraterno e a minha solidariedade à sua família, seus amigos e à militância do PSOL pela perda de um de seus mais importantes quadros.

    Post author