Petrobras torra R$ 40 milhões em publicidade

Lula já está em campanha pela reeleição. E tem utilizado dinheiro público para isso. Além de ter aumentado seus gastos em 14,5% nos primeiros três meses do ano, em relação ao mesmo período do ano passado, o governo tem investido cada vez mais em publicidade.

A Petrobras inundou todos os meios de comunicação e os espaços públicos para anunciar a suposta conquista da “soberania”. Além de jornais e revistas, que chegaram a receber patrocínio para publicar cadernos especiais sobre o tema, praticamente,todos os portais de notícias na internet estão com o anúncio da Petrobras. A campanha publicitária da auto-suficiência do petróleo brasileiro custou R$ 40 milhões, segundo a Folha de S. Paulo. O jornal também afirmou que “foi um dos maiores investimentos na história da propaganda”. Em todas as etapas da comemoração pelos 50 anos da Petrobras, foram gastos R$ 75 milhões em publicidade.

Deve ser uma grande coincidência que a propaganda na televisão ressalte a contribuição indispensável do investimento de R$ 63 bilhões, nos últimos três anos, para a conquista da auto-suficiência. Exatamente o período de governo petista.

Além de desprezar a história de mais de 50 anos da empresa – e atribuir para seu mandato um peso desproporcional -, o governo esquece de dizer que a auto-suficiência não é total. O país continuará dependente da importação de óleo leve e alguns derivados do petróleo, como diesel e nafta.

Os preços dos combustíveis para o consumidor não vão baixar nos postos. Eles seguirão altos, de acordo com a política da estatal de beneficiar os acionistas e não a população brasileira. Essa política era aplicada pelo governo do PSDB e é por conta da continuidade dela que o governo Lula já realizou várias rodadas de leilão dos poços de petróleo e gás e a direção da empresa ataca os direitos dos trabalhadores petroleiros, como em relação ao fundo Petros.

LEIA TAMBÉM

  • O petróleo é nosso?
  • ENTREVISTA: `Auto-suficiência vai beneficiar investidores estrangeiros`