Pequena cronologia do movimento contra o CPE

16 de janeiro – O governo anuncia a criação do Contrato do Primeiro Emprego (CPE)

07 de fevereiro – 1º Dia Nacional contra o CPE: 400 mil pessoas saem às ruas

07 de março – 2º Dia Nacional contra o CPE: 1 milhão de pessoas vão às ruas. 20 universidades são ocupadas.

10 de março – A Sorbonne é tomada. Há enfrentamentos no Quartier Latin.

18 de março – 3º Dia Nacional contra o CPE: 1,5 milhões tomam as ruas. 64 das 84 universidades entram em greve. 68% dos franceses estão a favor da retirada do CPE.

23 de março – Novas passeatas reúnem 450 mil pessoas por todo o país.

28 de março – 4º Dia Nacional contra o CPE: A intersindical convoca a greve geral. A mobilização é recorde: 3 milhões de pessoas. 30% dos servidores entram em greve.

4 de abril – 5º Dia Nacional contra o CPE: nova greve geral. Mais de 3 milhões tomam as ruas. Setores privados entram em greve.

5, 6 e 7 de abril – bloqueio de estações, aeroportos, estradas, pontes e agências dos correios.

10 de abril – morte do CPE

Post author
Publication Date