Pelo Mundo

  • BOLÍVIA

    Cresce a mobilização contra o referendo

    No último dia 3, os trabalhadores de El Alto realizaram uma paralisação de 24 horas em protesto contra o referendo convocado pelo presidente boliviano Carlos Mesa. Junto com isso, uma grande plenária intersindical de entidades dos trabalhadores fabris, professores e mineiros firmou apoio à COB. O movimento exige que a pergunta sobre a nacionalização do gás seja incluída no referendo. Mesa afirmou que isso está fora de cogitação, pois seria “declarar guerra ao mundo” e justificou: “vamos dizer às transnacionais que saiam do país e nos apropriaremos de suas inversões?”.

  • EUROPA

    Bush, volte pra casa

    Por onde passa Bush é recebido com protestos contra a ocupação no Iraque.
    No último dia 4 de junho, Bush fez um tour pela Europa para obter apoio – principalmente da França e da Alemanha – ao governo títere instituído no Iraque. Durante sua passagem pela Itália, uma manifestação de 500 mil pessoas bloqueou avenidas inteiras com faixas que continham os dizeres “aqui a guerra não passa” e diversas estátuas foram encapuzadas relembrando as recentes torturas realizadas em prisões iraquianas. Na França, 200 mil pessoas foram às ruas protestar contra a guerra gritando “Bush volte para casa”.

    Prenúncio

    Os 60 anos da invasão aliada na Normandia, durante a 2ª Guerra Mundial, conhecido como Dia D, foram comemorados à luz da guerra colonial norte-americana contra o Iraque. Enfrentando um enorme desgaste popular, Bush tentou utilizar a data para uma comparação absurda entre a luta contra Hitler e a invasão ao Iraque.

    Não foi à toa que a mídia norte-americana e, diga-se de passagem, a brasileira, promoveu um bombardeio, afirmando que o dia D deu início a derrocada de Hitler.

    Post author Por Yuri Fujita
    Publication Date