PSTU-Florianópolis

Em meio ao crescente clima de ameaça de um golpe e de desrespeito ao processo eleitoral, capitaneado por Bolsonaro, diversas organizações e movimentos sociais têm impulsionado um movimento em defesa da democracia. Nesse sentido, diversas entidades construíram no Dia do Estudante, 11 de Agosto, um ato em defesa da educação e da democracia.
Em Florianópolis, as atividades começaram pela manhã, na Universidade Federal de Santa Catarina, e tiveram sequência na tarde em uma manifestação pacífica pelo Centro da cidade.
Nós do PSTU nos somamos a essas manifestações, saindo em defesa das liberdades democráticas, contra as ameaças autoritárias e golpistas de Bolsonaro. Mas a democracia que nós defendemos é a democracia dos trabalhadores, ou seja, uma democracia em que os trabalhadores governem por conselhos populares. Para isso é preciso combater as ameaças golpistas e derrotar o bolsonarismo nas ruas, com organização da classe trabalhadora, da juventude e do povo pobre, e auto defesa. Não podemos cair na ilusão da falsa democracia dos ricos, nós sabemos que não é com as eleições que essas ameaças se resolvem, somente com a mobilização de amplos setores da classe trabalhadora e da juventude.
Defendemos as liberdades democráticas, mas não defendemos as podres instituições da democracia burguesa, como o STF, Congresso Nacional e a própria Presidência da República. Essa democracia de fachada mostrou suas garras ontem mesmo ao atacar uma manifestação pacífica pelas liberdades democráticas com balas de borracha, cassetetes e cavalaria.
Em uma ação totalmente equivocada, a PM em Florianópolis prendeu uma jovem estudante da UFSC, detida na manifestação que ocorreu no Centro de Florianópolis na tarde de ontem, acusada de pichação, e depois a encaminhou para uma penitenciária feminina. Não podemos aceitar que uma manifestação pacífica em defesa da educação e das liberdades democráticas seja atacada de forma truculenta e autoritária pelas forças policiais!
Essa prisão foi totalmente descabida e exigimos a imediata libertação da jovem presa!