Oposição de mentira

No dia 12 de maio, foi ao ar o programa eleitoral do PSDB em todo país e, em São Paulo (SP), foi lançado o nome de José Serra para a Prefeitura da cidade. Tanto o programa de TV como o lançamento de Serra foram de uma canastrice total. O lançamento de Serra deixou claro que os tucanos vão tentar nacionalizar a campanha eleitoral e posar de oposição ao PT e ao governo Lula. Os tucanos criticaram, na TV e no lançamento de Serra, o desemprego e o ridículo reajuste do salário mínimo. Mas eles se “esquecem” que essa política que o governo Lula segue ardorosamente é a continuação da mesma política que FHC seguiu nos seus oito anos de mandato e, diga-se de passagem, com Serra ministro do Planejamento e da Saúde.

Portanto, de oposição, Serra e o PSDB não têm absolutamente nada. Podemos dizer que eles, na verdade, são irmãos gêmeos do PT na aplicação da política neoliberal no Brasil.

O sujo falando do mal-lavado

No programa de TV, os tucanos lembraram as maracutaias do governo do PT: O caso Waldomiro, o escândalo de Santo André (SP), entre outros.

Esses tucanos são engraçados. Se“esqueceram” também que há uma ficha corrida de maracutaias nos oito anos dos governos de Fernando Henrique Cardoso. Só para registrar: a compra de votos na reeleição de FHC, o Proer dos Bancos, o escândalo do Sivam, a privatização da Teles e muitos outros.
Post author André Valuche, da redação
Publication Date