O fim da Segunda Guerra Mundial e o surgimento da ONU

`PlenáriaA Segunda Guerra, enquanto maior catástrofe humana já ocorrida, foi responsável por 55 milhões de mortos, 35 milhões de mutilados, 3 milhões de desaparecidos, e pela “queima” de um trilhão e meio de dólares (valores de 1939). Porém os Estados imperialistas, especialmente os EUA, souberam tirar proveito do conflito.

Ainda durante o conflito mundial iniciam-se os acordos entre os Estados imperialistas em guerra. Em 1º de janeiro de 1942 se constitui a aliança entre EUA, URSS e Reino Unido, que foi consubstanciada na Declaração das Nações Unidas. Entretanto, foi na Conferência de Moscou, em outubro de 1943, que se fez a primeira menção à criação de uma organização internacional após o término da guerra. Idéia que foi reafirmada na Conferência de Teerã de dezembro de 1943. Em Dumbarton Oaks, em 1944, foi realizada uma conferência a fim de se constituirem as proposições iniciais referentes à nova organização internacional.

Em fevereiro de 1945, em Yalta, os chefes de Estado do Reino Unido, URSS e EUA resolveram os últimos pontos referentes à futura organização. Essa Conferência foi tida como o marco inicial da Guerra Fria por fixar as zonas de ocupação da Alemanha derrotada. Por seu turno, em Potsdam decidiu-se pelo desarmamento e pelas indenizações a serem pagas pela Alemanha e sua divisão em zonas de ocupação. E, finalmente, na Conferência de São Francisco, em 1945, criou-se a ONU, no lugar da Liga das Nações.

Post author
Publication Date