Nota do PSTU sobre a cassação da candidatura de Rui Costa Pimenta

Na noite desta terça-feira, 15 de agosto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impugnou a candidatura de Rui Costa Pimenta, do PCO, alegando que ele não apresentou as contas de sua candidatura na eleição de 2002. Trata-se de um ato arbitrário, contra o qual nos posicionamos de forma categórica.

Temos inúmeras diferenças com o PCO, como é bem conhecido. Mas, neste momento, queremos nos solidarizar com este partido e com seu candidato, contra a decisão do TSE.

Existe uma postura sistemática de boicote pela grande imprensa das candidaturas de esquerda, favorecendo uma falsa polarização entre Lula e Alckmin, candidatos que defendem o mesmo plano econômico neoliberal, a mesma corrupção. A distribuição dos tempos de TV favorece estas candidaturas majoritárias, restando ao PCO e à Frente de Esquerda (PSOL, PSTU, PCB, que apóiam Heloísa Helena) pouco mais que um minuto cada. E é exatamente este pouco tempo que agora está sendo cassado pelo TSE, em uma manobra que repudiamos.

São Paulo, 16 de agosto de 2006

Direção Nacional do PSTU