No Rio, manifestantes protestam por Gaza e lançam sapatos em consulado dos EUA

No dia 8 de janeiro, uma manifestação reuniu cerca de 800 trabalhadores e estudantes marcando o repúdio da cidade do Rio de Janeiro ao genocídio praticado pelo Estado racista e fascista de Israel contra o heróico povo palestino na Faixa de Gaza. Em 13 dias de massacre já são mais de 3.000 feridos e de 700 mortos, sendo grande parte civis. Mais de 100 crianças já foram assassinadas!

A manifestação foi organizada pelo Comitê Rio de Solidariedade ao Povo Palestino, e contou com a presença de entidades como a CONLUTAS, a Intersindical, o MST, a CUT, a CTB, a CONLUTE, entre outras, e os partidos políticos PSTU, PCB, PSOL, PCdoB, e várias outras organizações políticas.

Desde as 15h se instalou uma vigília na Cinelândia, onde foi realizado, às 17h, um ato político com intervenções das entidades e partidos, seguido de uma grande e combativa passeata que passou em frente ao Consulado dos EUA, onde os manifestantes de forma irônica jogaram sapatos na porta do símbolo do imperialismo ianque na cidade.

Ao final da manifestação foi realizada uma reunião do Comitê de Solidariedade ao Povo Palestino, onde se definiu pela realização de uma grande plenária no dia 15 de janeiro, próxima quinta-feira, às 18h. A idéia é organizar outra grande manifestação na cidade ainda em janeiro e articular nacionalmente um dia unificado de manifestações em todo o país e uma grande passeata durante o Fórum Social Mundial que ocorrerá entre os dias 27 de janeiro e 1º de fevereiro, na cidade de Belém (PA).