No país do futebol, atletas femininas são apresentadas como objetos sexuais

O Santos Futebol Clube comemora centenário com calendário de atletas seminuas reduzindo o belíssimo futebol das jogadoras a uma mera mercadoria de R$ 20Vinte e seis jogadoras do time de futebol feminino do Santos posaram de biquíni em poses sensuais. As fotos serão usadas para um calendário comemorativo do centenário do clube. O departamento de marketing do Santos considera o material, que leva o título de “Sereias da Vila”, uma forma de “homenagear a equipe de futebol feminino do peixe e, assim, mostram que são craques dentro e fora do campo”.

Ou seja, no país que respira futebol e que tem a maior jogadora de todos os tempos, Marta Vieira da Silva, escolhida como melhor futebolista do mundo por cinco vezes consecutivas, o Santos, clube que a contratou por duas vezes, resolve colocar em evidência seu time feminino expondo-as como objetos sexuais. Perguntamos: por que não colocá-las com seus uniformes de atletas? Não seria o mais lógico?

Não. Segundo o gerente de marketing do Santos, Armênio Neto: “Já queríamos fazer um calendário de abril a abril para comemorar o centenário do clube [em 2012]. Lembramos daqueles calendários com fotos super bonitas, com mulheres, e pensamos: ‘vamos turbinar as meninas e mostrar esse outro lado delas´”.

Ou seja, mostrá-las como atletas não é suficiente. É preciso mostrar o seu “lado feminino” e que, apesar de serem jogadoras de futebol, não são masculinizadas.
Assim, o Santos pode faturar também, com um calendário que será vendido a R$ 20.

Claro que não é ideia só do Santos usar o copo feminino como uma forma de colocar a mulher no mundo machista do futebol. É só abrir a página do Lance na internet e veremos mulheres em poses sensuais. Ou então no programa de esportes da Rede Globo. Existem competições para escolher a musa do Paulistão, do Brasileirão etc. Tiago Leifert, apresentador do Globo Esporte, faz questão que as mulheres representantes de suas torcidas “deem uma voltinha” pra mostrar todo seu potencial.

E aí nos indignamos quando ficamos sabendo que, por exemplo, no Irã, só agora as mulheres podem ir ao estádio assistir a uma partida de futebol. Já aqui, temos a “liberdade” de participar, mas claro, temos que aguentar a torcida, majoritariamente masculina, se expressar com ofensas machistas e homofóbicas, aos jogadores adversários, ao juiz, à mãe do juiz. E pobre da bandeirinha se for mulher.

Quem é a principal jogadora de futebol da atualidade, segundo consta na Wikpedia:

Marta Vieira da Silva, mais conhecida como Marta (Dois Riachos, 19 de fevereiro de 1986), é uma futebolista brasileira que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Western New York Flash.

Marta já foi escolhida como melhor futebolista do mundo por cinco vezes consecutivas, um recorde entre mulheres e homens. Foi considerada pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009.

Após as grandes exibições recentes e, principalmente, nos Jogos Pan-americanos de 2007, Marta chegou a ser comparada a Pelé, sendo chamada pelo mesmo de o “Pelé de Saias”. A alagoana declarou que se emocionou ao saber que o rei do futebol acompanhou os jogos da seleção feminina. Além disso, entrou na calçada da fama do Maracanã, sendo a primeira e, até agora, a única mulher a deixar a marca dos pés neste local.