Neste dia 17, é dia nacional de luta contra os aumentos de passagem

Frente aos abusivos aumentos nas tarifas de transporte público, em diversas capitais brasileiras, a Assembleia Nacional dos Estudantes Livre (ANEL) convocou, para este dia 17, um Dia Nacional Contra o Aumento da Passagem. Sob o lema “Passe livre já, Brasil!”, os estudantes vão, ainda, exigir da presidente Dilma Roussef que aprove uma lei instituindo passe livre para secundaristas, universitários e desempregados.

Em boa parte das cidades, os reajustes se deram acima do nível da inflação. Esse absurdo se dá, porque as empresas que controlam os meios de transporte público contam com a conivência de prefeituras e governos estaduais por toda parte. O governo Dilma, por sua vez, se cala sobre os aumentos, no momento em que propõe um vergonhoso reajuste de fome para o salário mínimo.

Em resposta aos governos e empresários do transporte, os estudantes têm organizado a resistência. Mesmo em um período em que as escolas e universidades estavam de férias, foram organizadas manifestações em todo o país. Comitês foram formados e as ruas ocupadas. As redes sociais também tiveram seu papel e, assim, se abre a perspetiva da possibilidade de uma grande luta – quando as aulas estiverem a todo vapor.

O chamado da ANEL para o dia 17 é importantíssimo, pois é a primeira iniciativa no movimento para nacionalizar essa luta. Confira a convocação e os locais dos atos:

Nessa quinta, todos às ruas!

PARTICIPE NO SEU ESTADO
Veja os atos confirmados:

São Paulo: Prefeitura Municipal – 17h
Belém: São Brás – 16h
BH: Praça 7 – 12h
Porto Alegre: Em frente ao Mercado Público – 17h
Rio de Janeiro: CEFETQ Tijuca – 12h
Salvador: CEFET – 9h
João Pessoa: Liceu – 11h