Música contra a guerra

O protesto feito pelo cineasta Michael Moore após receber o Oscar pelo documentário “Tiros em Columbine“, não foi apenas um desabafo solitário contra a guerra de Bush. No cenário artístico norte-americano, são muitos os artistas que já se pronunciam contra esta guerra insana. Os primeiros a se levantar foram os atores, como Danny Glover e Susan Sarandon, que declararam-se contra a guerra e participaram de atos de rua. Com o início dos bombardeios, dezenas de grupos e cantores prepararam músicas com o tema da guerra.

A banda System of a Down lançou uma canção com o sugestivo nome de “Boom!“, cujo videoclipe é assinado por Michael Moore, o do protesto no Oscar. Para o vocalista Serj Tankian, “Tirar Saddam Hussein do poder não é só mandar alguém para a cadeia. Representa também a morte de muitos inocentes e isso é um ultraje“. Os Beastie Boys vieram com “Em um Mundo que Enlouqueceu“, e explicam as razões da guerra nos versos “Por que tantas pessoas vão morrer?/ Para que os bolsos das `famílias do petróleo` fiquem cheios“.

Zach de la Rocha, ex-membro da politizada Rage Against the Machine, lançou a canção “Marcha da Morte“, onde chama Bush de “moleque, sem escrúpulos e selvagem“. O protesto contra o “presidente fictício“ foi feito até na Inglaterra, com o Radiohead. Seu CD foi batizado como “Salve o Ladrão“, em referência à fraude na eleição de 2000 nos EUA.

LEIA TAMBÉM

Tom Zé grava `Companheiro Bush`

VEJA O CLIPE DE `BOOM`, DO SYSTEM OF A DOWN

  • Para ver com Real Player
    http://www.sonymusic.com/artists/SystemOfADown/Videos/BOOMVidFull.ram

  • Para ver com Windows Media Player
    http://www.systemofadown.com/Videos/BOOM_ExpVidFull_100.asx

    SE NÃO CONSEGUIR ACESSAR O SITE VÁ ATÉ
    `http://www.fike.kit.net/musica/vid_boom.html

    e escolha o programa para assistir o clipe

    Para quem entende a língua do War Bush, segue a letra da música:

    I`m walking through your streets
    Where all your money`s earning
    Where all your buildings crying
    And clueless neckties working
    Revolving fake lawn houses
    Housing all your fears
    Desensitized by T.V.

    Overbearing advertising
    God of consumers
    And all your crooked pictures looking good
    Mirrors filtering information through the public eye
    Designed for profit sharing
    Your neighbor, what a guy

    Boom, Boom, Boom, Boom,
    Every time you drop a bomb
    You kill the god your child has born
    Boom, Boom, Boom,

    Modern globalization
    Coupled with condemnations
    Unnecessary death
    Matador corporations
    Puppeting your frustrations with a blinded flag
    Manufacturing consent is the name of the game
    The bottom line is money nobody gives a fuck

    4000 hungry children
    Leave us per hour from starvation
    While billions are spent on bombs
    Creating death showers

    Boom, Boom, Boom,
    Every time you drop a bomb
    You kill the god your child has born

    Boom, Boom, Boom,
    Every time you drop a bomb
    You kill the god your child has born

    Boom, Boom, Boom,
    Every time you drop a bomb
    You kill the god your child has born

    Why must we kill our own child?

    Boom, Boom, Boom,
    Every time you drop a bomb
    You kill the god your child has born

    Boom, Boom, Boom,
    Every time you drop a bomb
    You kill the god your child has born

    Boom, boom, boom, boom, boom
    Every time you drop the bomb.

    Post author
    Publication Date