Movimento de juventude revolucionária é fundada em Volta Redonda

A juventude da cidade de Volta Redonda (RJ) está cansada do descaso dos governos. Volta Redonda é uma cidade operária do interior do estado do Rio de Janeiro, que tem um histórico de muita luta, com o sangue jorrado dos trabalhadores em busca de melhores condições de vida. É nessas lutas que devemos nos inspirar. E lutar lado a lado na parceria histórica entre a juventude e o trabalhador, a caminho de uma sociedade sem distinções de classes sociais, sem ricos e pobres, explorados e exploradores.

Por isso, fundamos um movimento de jovens estudantes e trabalhadores para nos organizar e lutar mais e melhor contra o capitalismo e seus governos. Entra ano e sai ano e cada vez mais percebemos que nossas esperanças não cabem nas urnas e que democracia não se faz com esta eleição burguesa. Somos um movimento de juventude alternativo, que se juntou com um objetivo em comum: tirar todos esses governos corruptos que tem descaso com a juventude e os trabalhadores. É necessário revisar os ataques e avançar na luta.

Veja abaixo o manifestado do movimento:

Manifesto de fundação Revide e Avance!

Vivemos uma conjuntura de brutais ataques à juventude e à classe trabalhadora, como a reforma da Previdência, trabalhista e os severos cortes da educação e serviços públicos. Em contrapartida, observa-se uma grande disposição de luta da classe trabalhadora, tendo como linha de frente os setores mais explorados da população, como as mulheres, os LBGT’s e negros e negras. Por sua vez, o movimento estudantil tem uma história de lutas imensas no nosso país e pode cumprir um papel importante na luta contra o capitalismo e pela revolução socialista. Mas só cumprirá este papel se estiver colado à luta dos trabalhadores e em estreita ligação com a classe operária.

Dessa forma, entendemos a necessidade da juventude se organizar de forma independente ombro a ombro com a classe trabalhadora. O programa revolucionário da juventude não pode estar desconectado do programa revolucionário da classe operária. A solução para crise no Brasil, bem como no mundo, é um governo socialista com os trabalhadores e o povo pobre no poder, pautado em conselhos populares. As lutas estudantis são fundamentais e devem mobilizar cada vez setores mais amplos dos estudantes e com reivindicações cada vez mais nítidas. A juventude brasileira que tanto luta pelos seus direitos, contra os governos e os patrões, precisa de uma organização revolucionária e socialista que dê sentido estratégico a esta luta. Ou seja, assim como os jovens russos que se organizaram na Revolução de 1917, adotando um programa socialista, e lutaram junto com os trabalhadores adultos, aqui no Brasil pelas péssimas condições de vida que enfrentamos e pela desgraça que o capitalismo faz com nossas vidas deveríamos fazer o mesmo.

Para o cumprimento de fato das reivindicações estudantis e da juventude, como ensino público gratuito e de qualidade, acesso decente ao mercado de trabalho com salários dignos, direito ao lazer e cultura, direito de ir e vir através da tarifa zero, o fim da retirada dos diretos como aposentadoria e trabalhistas, a luta contra o machismo, racismo e LGBTfobia, é preciso arrancar o poder da burguesia e construir um poder operário e do povo pobre! Por isso nossa organização da juventude é revolucionária e internacionalista e em apoio aos trabalhadores. Uma organização que lute contra a burguesia, seus governos e também contra as organizações traidoras. Nosso movimento mantém e aprofunda o caráter de independência de classe, para assim transformar o país e nossas vidas, rumo à construção de uma sociedade socialista.

Reivindicamos legado de Trotsky que não sucumbiu às benesses do poder e da burocracia e se manteve firmes na luta da classe operária. Chamamos a juventude que queira construir uma alternativa independente com base no marxismo, para acabar com a exploração e as opressões capitalistas. Fora Temer e Fora todo esse Congresso de bandido! Operários e o povo pobre no poder!