Luta contra a limitação da meia passagem pega fogo em Fortaleza

`AO prefeito Juraci Magalhães (PMDB), aliado dos empresários de ônibus, quer, a todo custo, atacar os direitos dos estudantes e trabalhadores de Fortaleza. Juraci pretende golpear duramente a meia passagem estudantil e o direito dos trabalhadores aos vales-transporte. A portaria 13-C da prefeitura é justamente isso: ela substitui os vales-transporte pelo passcard e possibilita a limitação da meia passagem estudantil e a demissão em massa dos cobradores.

No dia 3 de junho, os estudantes voltaram às ruas de Fortaleza em repúdio a essa portaria e à repressão policial que foi lançada contra a manifestação estudantil do dia 26 de maio. Nessa manifestação, policiais chegaram a sacar suas armas e atirar contra os estudantes.

Mais de cinco mil estudantes, em passeata, dirigiram-se até a prefeitura, onde solicitaram uma audiência com o prefeito. Ao invés de serem recebidos pelo prefeito, os manifestantes foram agredidos pela guarda municipal, o que provocou a ira dos estudantes, seguida de uma chuva de pedras contra a guarda e o prédio da prefeitura.
Momentos depois, o batalhão de choque chegou ao local do confronto batendo e atirando indiscriminadamente. As imagens impressionam, não pela reação dos estudantes, mas pela violência com que os mesmos foram tratados.

Essa foi a terceira manifestação em 20 dias organizada pelo Fórum Estudantil de Lutas pelo Passe-Livre, e puxada pelo MRS. Nova manifestação está marcada para quarta-feira, dia 9 de junho.

  • Saiba mais sobre a luta dos estudantes no site do PSTU Fortaleza

    www.pstufortaleza.tk
    Post author Ariadna Maciel, Movimento Ruptura Socialista (MRS) – Fortaleza (CE)
    Publication Date