Líbia: Dois pilotos militares desertam ao receber ordem de bombardear população

Dois aviões Mirage da Força Aérea líbia pousaram num aeroporto de Malta na tarde desta segunda-feira. Seus pilotos alegaram que fugiram para a Líbia após ordens de lançarem bomba contra os manifestantes que pedem a renúncia de Kadafi.

Os pilotos disseram às autoridades maltesas que eles decolaram de uma base próxima de Trípoli, capital da Líbia.

Nesta segunda-feira, aviões militares dispararam contra manifestantes em Trípoli, segundo a rede árabe Al Jazeera. Há relatos de que dezenas de pessoas morreram e corpos são vistos nas ruas da cidade.

“O que estamos testemunhando hoje é inimaginável. Aviões de guerra e helicópteros estão bombardeando indiscriminadamente uma área após a outra. Existem muitos, muitos mortos” afirmou Adel Mohamed Saleh, morador de Trípoli que foi entrevista pela Al Jazeera