Leia a nota da Conlutas em defesa do ato na Aracruz Celulose

Todo apoio ao MST e a Via Campesina!

A Coordenação Nacional de Lutas (CONLUTAS) vem manifestar sua solidariedade aos trabalhadores (as) rurais sem-terra que lutam pela efetivação da reforma Agrária e enfrentam a violência policial no estado de Pernambuco. Manifestamos também a nossa solidariedade com as companheiras da Via Campesina que, legitimamente, ocuparam, na cidade de Barra do Ribeiro (a 56 km de Porto Alegre) as instalações da Aracruz Celulose. A ocupação foi um ato contra as enormes plantações de eucaliptos que podem ser vistas na região, em detrimento da utilização da terra para a reforma Agrária.

Compreendemos que é legítimo o direito de manifestação de todas (os) que reivindicam justas condições de sobrevivência. Assim, repudiamos a violência e a tentativa de intimidação das trabalhadoras (es) que lutam pela reforma Agrária.

Entendemos que a luta dessas trabalhadoras (es) visa não apenas a subsistência. A realização da reforma Agrária implica, antes de tudo, a concretização de direitos fundamentais à educação, ao trabalho, à moradia, a centenas de famílias alijadas historicamente desses benefícios sociais.

Saudações,

Coordenação Nacional de Lutas – CONLUTAS

10/03/2006